segunda-feira, 11 de maio de 2015

OLHO NO OLHO

OLHO NO OLHO


olho no olho, amor, alma, compaixão, desejo, loucura humana, sombra, luz, ser mulher



Aiii, esse olhar me desnuda
Tenho medo

Esse olhar que me enxerga no fundo da alma
Tem compaixão
Tem desejo
Tem amor

Por que me assusta tanto esse olhar?
Por que tenho tanto medo de me deixar ser vista?
Por que fujo tanto desse olhar se tanto o desejo?

É a loucura do ser humano
É a minha loucura
O que mais desejo é também o que mais temo

Temo que esse olhar desvende meus segredos
Conheça meu lado mais sombrio e o revele pra mim
Temo que esse olhar descubra o meu lado mais luminoso
E o revele pra mim

É a loucura humana
Medo da sombra e medo da luz
Medo da intimidade

Essa tal intimidade nos deixa muito vulneráveis
O outro pode nos ferir
Temo ser ferida

Ah essa tal intimidade nos deixa muito vulneráveis
O outro pode nos amar
Temo ser amada

É a loucura humana
Mas que se dane essa loucura mundana!

Eu quero mais é correr os riscos
Eu quero tirar as defesas que protegem meu coração
Eu quero meu coração sangrando
Não o quero mais intacto

Eu quero que meus olhos sejam desvendados
E que escorra uma lágrima da minha alma
Pela primeira vez
Quando ela se sentir completamente reconhecida

Minha alma anseia por desvendar um outro olhar
Minha alma anseia por deixar-se desnudar

Óh! Querido coração,
Não tenha medo!
Ou enfrente seus medos!
Ou apenas se renda aos nossos anseios mais íntimos

Prometo que você sobreviverá
Prometo que você viverá
E renascerá para o amor

Renda-se aos nossos anseios mais íntimos
Renda-se ao inevitável poder da vida
Renda-se ao poder do amor
Renda-se quando um verdadeiro olhar chegar

Olho no olho da vida
Ela me sussurra um segredo
Ela me revela meu mistério mais profundo

Não tenha medo menina
Não tenha medo de se tornar mulher
Não tenha medo de ser mulher

Adriana Freitas
Psicoterapeuta Sistêmica
em Belo Horizonte

Referência da Figura
1 – Imagem retirada do google imagens

#adrianafreitas #adrianafreitaspsicoterapeuta #solteirosecasais #amor #afetividade #carinho #relacionamentos #relação #comportamento #terapiadecasal #sexualidade #casal #casamento #solteiros #saúde #comunicação #paixão #carência #parceiro #cuidar #saudades #psicologia #psicóloga #terapiafamiliar #sistêmica #visãosistêmica #terapia #belohorizonte #olhonoolho

Nenhum comentário:

Postar um comentário