domingo, 19 de outubro de 2014

35 ANOS - MUDANÇA DE SETÊNIO E REFLEXÕES SOBRE A VIDA

35 ANOS

MUDANÇA DE SETÊNIO E REFLEXÕES SOBRE A VIDA

35 anos, aniversário, setênio, Antroposofia, vida, reflexões, Osho, desejo, vontade
Recentemente comemorei meu aniversário de 35 anos. Esta idade inaugura a entrada no sexto setênio da vida – 35 a 42 anos – e segundo a Antroposofia, marca a entrada na formação da alma da consciência, que se caracteriza pela busca do encontro do caminho para a essência do mundo, de si mesmo e de valores espirituais. Vamos descobrir o que este período oferecerá de aprendizados e crescimento!
Nesta época de aniversário, sempre tenho a prática de fazer uma avaliação sobre o ano anterior e refletir sobre o que desejo aprender, realizar, alcançar e vivenciar no ano seguinte.
Meu saldo do ano anterior foi bastante positivo apesar de ter passado por uma crise financeira que me deixou insegura e me fez realizar algumas mudanças que não estavam planejadas. Na verdade essa crise foi o cerne de um aprendizado importante dos 34 anos, aprender a viver em paz mesmo em tempos precários. Imaginem como é difícil passar apertos financeiros significativos e ainda manter a paz de espírito sem perder a fé na vida! Lógico que antes de chegar a paz, eu vivi a guerra interna: angústia, ansiedade, auto avaliação, auto acusação, tentativa de descobrir o que havia de errado comigo, até que meu abençoado terapeuta me mostrou que crises como essa acontecem na vida, com qualquer pessoa.
Outro aprendizado significativo desse período foi a Gratidão. Quando eu comecei a perceber que, em minhas orações eu estava mais reclamando pra Deus sobre o que eu não tinha, e pedindo em mendicância todas aquelas coisas desejadas, fiquei envergonhada. Mas tal constatação me fez começar a pensar e reconhecer todas as coisas pelas quais eu já era grata na vida, e então minha oração passou a ser a Gratidão e meu sentimento se transformou da falta para o reconhecimento da abundância que já existe na minha vida.
Desde então, tenho refletido sobre um tema que Osho aborda magistralmente: o desejo versus a vontade. No blog dharmalog tem alguns textos e também um trecho do “Livro dos Segredos” que vale a pena ler quem quiser aprofundar um pouco no assunto, pois aqui não darei muitas explicações. Mas resumidamente ele aponta como os desejos nos fazem ficar focados no futuro e escravos dele e que a saída seria chegar ao não-desejo, ou seja, ao reconhecimento do desejo, sua compreensão e de sua desfocalização do momento presente. Ao contrário, a vontade, seria uma força da vida que quer se afirmar em sua plenitude, claro quando não colocamos resistência, o que é raro. Veja o vídeo abaixo de uma breve palestra do autor:

Essa ideias me fizeram ter um direcionamento sobre o que gostaria de ter como aprendizado ao longo dos meus 35 anos, que é a tentativa de entrar em contato com os desejos que possuo, de forma a reconhecê-los e quem sabe chegar ao não-desejo, ou pelo menos viver mais o momento presente, o que a vida me oferecer, a cada momento, a cada experiência, sem resistência, sem forças opositoras, com aceitação e alegria. Eis aqui meu grande desafio! 

E você leitor, costuma fazer esse tipo de reflexão de aniversário? Compartilhe suas ideias conosco no espaço para comentários abaixo.
Adriana Freitas
Psicoterapeuta Sistêmica em BH

Siga o blog clicando em "Seja um seguidor" na lateral direita
Referências das Figuras
  Imagem retirada do google imagens 
2 - Vídeo retirado do youtube: https://www.youtube.com/watch?v=ru6RRkwgiWo 
#adrianafreitas #solteirosecasais #amor #afetividade #carinho #relacionamentos #relação #comportamento #terapiadecasal #sexualidade #casal #casamento #solteiros #saúde #comunicação #paixão #carência #parceiro #cuidar #saudades #psicologia #psicóloga #terapiafamiliar #sistêmica #visãosistêmica #terapia #aniversário #35anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário