segunda-feira, 11 de agosto de 2014

O CORPO E A AUTOESTIMA - SOBRE EXERCÍCIOS FÍSICOS E PRAZER

O CORPO E A AUTOESTIMA

SOBRE EXERCÍCIOS FÍSICOS E PRAZER

Pilates, corpo, autoestima, exercícios físicos, prazer


Há um ano e meio comecei a fazer Pilates* e finalmente encontrei um exercício prazeroso que me dá vontade de ir toda semana. Já havia tentado academia, mas achei entediante demais, nunca consegui passar de três meses. Já havia feito aula de dança que também gostei, mas abandonei com a minha mudança pra BH e nunca me prontifiquei a procurar outra escola.

Na minha família não existia nenhuma cultura de praticar esportes ou fazer qualquer tipo de exercício. Minha mãe só fez Unibiótica por algum tempo após sua aposentadoria, mas depois abandonou, voltando novamente ao sedentarismo. Na minha época de adolescente minhas aulas de educação física eram a tarde e um dia passei muito mal de bronquite, quando desisti de praticar algum exercício. Acabei falsificando uma declaração de trabalho que não existia, com cumplicidade da minha mãe e da madrasta. 

Somente adulta, tive consiência da importância de se praticar exercícios físicos e comecei a fazer do Pilates uma prática frequente e disciplinada. Hoje posso ver o resultado corporal em termos de saúde, condicionamento e beleza. Minhas dores na coluna – só trabalho sentada e a lombar ficou muito enfraquecida – cessaram, alcancei um bom condicionamento na realização dos exercícios e estou progredindo na dificuldade dos mesmos. Vejam a execução do exercício abaixo, que chamamos de “vela”:

video

Este exercício exige força, concentração e equilíbrio. É um dos mais difíceis e que adoro fazer. Gosto do Pilates porque conseguimos trabalhar vários grupos musculares ao mesmo tempo, além da respiração, alongamento, e dos itens acima citados. É essencial gostarmos - ou encontrar algum que gostemos - do exercício que fazemos, pois só assim teremos persistência para prosseguir ao longo do tempo, e será mais uma fonte de prazer nas nossas vidas.

Outro ganho muito significativo foi a modelagem do meu corpo. Hoje estou muito satisfeita com meu formato corporal e delineamento dos músculos, apesar da barriguinha, das estrias e celulites, coisas que eu não me importo tanto.

Mas o ganho maior que alcancei com a prática de exercícios e seus resultados a longo prazo, foi o sentimento de autoestima decorrente do fato de passar a gostar mais do próprio corpo. 


Pilates, corpo, autoestima, exercícios físicos, prazer


Cuidar do corpo é parte importante do cuidar de si mesmo. Quando estamos em harmonia com nosso eu físico, se temos permissão para viver prazer e se não usamos o corpo de forma utilitária, apenas como um serviçal a ser explorado, alcançamos uma significativa fonte de autoestima e senso de coerência. Isto refletirá em nossos relacionamentos amorosos, na forma como nos posicionamos frente ao outro, e de como nos sentimos em relação a nós mesmos e ao outro. 

Compartilhe os conosco seus pensamentos, opiniões e questões sobre este post e sobre o tema no espaço para comentários abaixo!



Adriana Freitas
Psicoterapeuta Sistêmica em BH

Siga o blog clicando em "Seja um seguidor" na lateral direita

* Fotografias feitas na Stabilitá Fisioterapia e Pilates - https://www.facebook.com/stabilitafisiopilates?fref=ts

#adrianafreitas #solteirosecasais #amor #afetividade #carinho #relacionamentos #relação #comportamento #terapiadecasal #sexualidade #casal #casamento #solteiros #saúde #comunicação #paixão #carência #parceiro #cuidar #saudades #psicologia #psicóloga #terapiafamiliar #sistêmica #visãosistêmica #terapia #corpoautoestima #corpoexercíciosprazer

2 comentários:

  1. Muito legal essa experiência. Estar de bem com o corpo é importante mesmo. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por deixar seu comentário Luiz! Estar de bem com o próprio corpo é parte importante do processo de autoestima. Vale muito a pena fazer esse investimento, como eu sei que você também está fazendo!
      Um abraço, Adriana

      Excluir